7 meses de Leonor

Leonor

Leonor

Este fim-de-semana a Leonor completou 7 meses. 7 meses! Ainda fico abismada como o tempo passa a correr e como de repente temos lá em casa em ser completamente diferente. Onde está o nosso bebé recém-nascido?!

Talvez por nós (pais pela terceira vez), talvez por ela, que é no geral um bebé calmo os meses têm passado sem grandes sobressaltos. Com menos receios e a lição bem estudada, aproveitamos mais o tempo a desfrutar daquele sorriso que nos desarma e menos a pensar se o brinquedo que acabou de pôr na boca estaria minimamente limpo.

Na última ida ao pediatra, aos 6 meses, já nem tínhamos nada para perguntar (nos primeiro meses da Luísa levávamos uma lista num caderno de apontamentos) e a médica já nem se dá ao trabalho de nos falar nos tópicos referentes ao desenvolvimento psicomotor e cognitivo normal para a sua idade.

Os percentis estão a cima dos 95%, como é costume lá em casa, mas também já sabemos que quando começam a andar, mantém os da altura (genética da família paterna) e os do peso baixam para valores menores, por isso esquecemos os percentis e agradecemos o facto de ser fácil alimentá-la.

Tal como os manos, apetite não lhe falta. Por esta ordem de preferência, come tudo: fruta, iogurte, papa e sopa.

É muito divertido ver como já interage com os manos e como estes cada vez se apercebem mais de como a podem fazer rir. O Dudu com palhaçadas, pulos e barulho, de acordo com a sua idade e com o facto de ser rapazola e a Luísa com cantigas e passos de dança, como se espera de uma menina “quescida”.

Observamos já, que pode puxar os cabelos ao Dudu ou tirar os brinquedos à Luísa, sem que nenhum dos 2 se chateie por aí além. Se o mesmo se passasse entre os outros dois, havia imediatamente guerra, mas como é a mana pequenina, está tudo bem.

Prevejo uma benjamim mimada, mas desenrascada, como é tradição!

Gostou deste artigo?

Subscreva o nosso Feed RSS, siga-nos no Twitter ou simplesmente recomende-nos aos seus amigos e colegas!

Posts relacionados: