/

A lista “essencial” do bebé – parte 1

Berço

Berço

Quando fiquei grávida da nossa primeira filha, procurámos como todos os pais “de primeira vez”, uma lista de coisas que deveríamos comprar para receber condignamente o nosso bebé.

Lá fomos vendo listas na internet e em revistas e construímos a nossa própria lista num excell, com preços médios e locais onde comprar. Era uma lista muito completa para que nada faltasse.

Hoje, depois do terceiro filho, sei que exagerámos um bocadinho e que nem tudo foi essencial e que algumas coisas não chegámos sequer a usar… pelo menos nos primeiros meses.

Para ajudar alguns pais nas suas indecisões, publicamos aqui uma “lista essencial do bebé”:

  • Berço ou cama de grades? Uma forma de poupar é pedir emprestado um berço para os primeiros dias ou então comprar somente a cama de grades e deitar o bebé ai desde o início. Se sentir que o bebé está perdido numa cama tão “grande”, faça um rolinhos com lençóis e coloque dos lados do bebé para tornar a cama mais acolhedora.
  • Lençóis e protetor para cama de grades – se não usar berço poupar nos lençóis de berço que depois não servem para a cama de grades. Compre 2 jogos de lençóis se for Verão e 3 se for Inverno. O protetor para a cama torna o ambiente onde o bebé dorme mais acolhedor e confortável.
  • Saco de dormir – nos primeiros meses o bebé não deve dormir com edredão ou mantas, o mais seguro são os sacos de dormir. Há uns para o verão, mais frescos e sem mangas e outros para o Inverno, mais quentinhos e com mangas.
  • Resguardos para o colchão – são importantes desde o primeiro dia. 2 devem ser suficientes.
  • Mantinhas para embrulhar o bebé. Bastam 2, uma mais grossa e outra mais fina, dependendo da temperatura e do sítio onde a usa.
  • Banheira – se puder ter uma com muda fraldas e coloca-la na casa de banho melhor. Se não tem muito espaço há umas soluções de suporte que se montam na altura de usar e que depois se encolhem e dão para guardar facilmente, até atrás de uma porta.
  • Gel de banho para corpo e cabelo e creme hidratante – todos nós adoramos o cheiro dos produtos de bebé, mas se tiver o azar de ter filhos com a pele atópica (como é o caso dos nossos), vai ter de deitar fora todos os produtos cheirosos que comprou e comprar produtos sem cheiro e próprios para pele mais sensíveis. O nosso conselho é que comece por experimentar as amostras que lhe vão dando nos hospitais e centros de saúde até perceber que tipo de pele vai ter o seu bebé.
  • Toalhas com capuz – pela nossa experiência só duram uns meses porque depois eles começam a não caber lá dentro. Se preferir compre logo toalhões de banho macios, que sirvam depois para o futuro.
  • Tesoura para as unhas, compressas, soro-fisiológico em mono-doses, álcool 70º, escova ou pente, termómetro para a água do banho, fraldas descartáveis, resguardos descartáveis, paracetamol em supositório e termómetro digitar – deve ser tudo o que necessita para os primeiros meses em termos de higiene e saúde.
  • Mochila ou saco para transportar as “tralhas” do bebé – Essencial para os passeios, deve ter bolsos exteriores ou ser fácil de abrir e de fácil acesso aos objetos.
  • Carrinho de passeio – o nosso conselho é que experimente dar umas voltas (nem que seja na loja) com o modelo escolhido e experimente fechá-lo só com uma mão. Nem imagina as vezes que vai ter de fazê-lo com o seu bebé ao colo e o saco ao ombro :D
  • Cadeirinha para o carro – aqui a segurança e a fácil colocação é o mais importante. O tamanho é o 0 ou 0+. Tal como com o carrinho peça para experimentar coloca-lo num banco de carro. Em algumas lojas já têm um banco de automóvel para testes, senão peça a amigos com filhos para lhe deixarem experimentar os “ovos” deles para chegar a alguma conclusão do modelo que prefere.
  • Espreguiçadeira – para os nossos 3 foi essencial, mas pedimos emprestado já que só é precisa até se aguentarem sentados. Depois uma manta no chão com umas almofadas é preferível para explorarem o mundo e ganharem equilíbrio.
  • Roupa e acessórios – Aqui depende se o seu bebé vai nascer na Primavera-Verão ou no Outono-Inverno. Com o tempo quente a quantidade de roupa a comprar é menor já que, não só eles vestem menos roupa, mas também consegue secar a roupa com mais facilidade e por isso a mesma têm uma maior rotatividade. O nosso conselho é que não compre muita roupa de início porque nunca sabemos muito bem com que tamanho ou peso é que eles vão nascer e por isso o enxoval que comprou pode ser pequeno ou ficar-lhe a boiar. A família e amigos também oferecem sempre alguma roupinha de recém-nascido e depois quando estiver farta de estar em casa fechada, já tem uma boa razão para ir passear com o seu bebé – ir comprar roupinha nova.

(Continua no próximo post. Veja amanhã)

Fotografia da autoria de levigruber.

Gostou deste artigo?

Subscreva o nosso Feed RSS, siga-nos no Twitter ou simplesmente recomende-nos aos seus amigos e colegas!

Posts relacionados: