A reciclagem de objetos

ReciclagemTalvez porque na minha família mais chegada, sempre tivemos o hábito de reciclar objetos e roupas, principalmente de crianças, continuei com esse bom hábito depois de ter a minha própria casa e família.

Não só é um desperdício de dinheiro não aproveitar objetos em bom estado, como é inconsciente para com o nosso planeta, simplesmente deitar para o lixo…

Desde o nascimento da Luisa que tentámos aproveitar as ofertas dos amigos e família, relativamente a objetos de puericultura, geralmente caros, e a roupa em bom estado.

Todos os pais sabem que à velocidade a que os miúdos crescem em certas idades, não há tempo para que a roupa se estrague e é uma pena dispensar roupa nova. Algumas peças vamos aproveitando de uns filhos para outro, mas por azar, os que nasceram na mesma estação (Dudo e Nonô), são rapaz/ rapariga e por isso há muita roupa que não conseguimos aproveitar.

O mesmo não se pode dizer dos equipamentos (carrinho, cadeiras auto, banheira, esterilizador) que conseguimos ir aproveitando em cascata.

Com uma grande cara de pau vamos também pedindo aos amigos algumas coisas que não temos. Recentemente o Bento e a Sónia (pais de 3 meninas) emprestaram-nos um carrinho duplo, que nos tem dado um jeitão, nas idas e vindas da escola e nos passeios de fim de semana.

Nós próprios neste momento já estamos a dar aos amigos, pais ou prestes a ser, alguns objetos que sabemos que lhes vão ser úteis e de que já não precisamos para nenhum dos 3.

A verdade é que atualmente entre amigos e familiares temos quase um fluxo constante de “coisas”, principalmente roupa que vai deixando de servir a uns, mas que dá para outros… filhos de outros.

Adoro ver fotos de filhas de amigos com o chapéu preferido da Luisinha, ou os calções de suspensórios “lindos” que o Dudo usou no seu primeiro aniversário.

Outra excelente ideia, se não tem a quem pedir ou a quem dar os seus objetos usados, são as lojas de “segunda-mão”.

Nós já utilizámos os serviços da “Coisas do Vizinho” (http://coisasdovizinho.ning.com/), que é de uns amigos. Já deixámos lá coisas para vender a outros pais e também já comprámos coisas.

Na zona de Lisboa existem outras lojas deste género como a “Kid to Kid”, a de Carnaxide (http://www.kidtokid.pt/carnaxide/index.php) é particularmente boa, com muita oferta.

Os fóruns e blogs de associações diversas também costumam ter uma área de trocas ou vendas diretas de associados. Recentemente aproveitámos uma dessas ferramentas, a do APFN – Associação Portuguesas de Famílias Numerosas (http://www.apfn.com.pt/reciclagem.php) e descobrimos uma família, pais de gémeos, que estava a vender 2 cadeirinhas auto da Chicco, em segunda mão, em muito bom estado. Falámos com uns amigos que também estavam a precisar de uma para a filha mais nova e fizemos negócio. Comprámos 2 cadeiras por metado do preço de uma nova ☺.

Conhecem outras lojas ou serviços que queiram partilhar connosco?

Gostou deste artigo?

Subscreva o nosso Feed RSS, siga-nos no Twitter ou simplesmente recomende-nos aos seus amigos e colegas!

Outros conteúdos de interesse: