/

As piscinas podem ser perigosas

10 conselhos para evitar afogamentosAgora que estamos de partida para as férias e vamos ter à nossa disposição piscinas sem protecções e crianças brincalhonas e aventureiras, quis rever as dicas de segurança em piscinas que a Associação para a Promoção da Segurança Infantil tem no seu site.

Antes de mais recomendo a todos os pais e cuidadores de crianças pequenas que leiam o comunicado de imprensa, pois penso que não temos consciência da quantidade de mortes por afogamento que acontecem por esta altura.

Ficam aqui os “10 Conselhos Rápidos para Evitar os Afogamentos de Crianças”:

1. Perto da água, não perca as crianças de vista nem por um segundo.

2. Dificulte o acesso das crianças aos locais com água: vede ou cubra piscinas, lagos, tanques, poços e fossas.

3. Nunca deixe uma criança de 3 ou 4 anos sozinha na banheira durante o banho.

4. Despeje toda a água de baldes, alguidares e banheiras logo após a utilização.

5. Coloque sempre às crianças braçadeiras em águas paradas, transparentes e pouco profundas ou um colete salva-vidas em águas agitadas, turvas ou profundas.

6. Escolha praias e piscinas vigiadas e cumpre a sinalização.

7. Ensine as crianças a nadar, mas mantenha a vigilância.

8. Ensine as crianças a nunca irem nadar sozinhas e não mergulhar de cabeça sem conhecer bem a profundidade da água.

9. Aprenda a fazer reanimação cardio-respiratório, esse gesto pode salvar uma vida. Faça um curso de Primeiros Socorros!

10. Em Férias, redobre a vigilância. O primeiro dia e o final da tarde são os momentos em que acontecem mais afogamentos.

Imagens da autoria de APSI.

Gostou deste artigo?

Subscreva o nosso Feed RSS, siga-nos no Twitter ou simplesmente recomende-nos aos seus amigos e colegas!

Posts relacionados: