/ /

Pequenos grandes e grandes pequenos

Otoscópio e seringa

Otoscópio e seringa

Os pais por norma adoram ver os filhos crescer, a desenvolver novas competência, a fazer gracinhas novas, a ficarem mais altos e mais fortes. É com gosto que os vimos tornarem-se “grandes”. Ou como diz a nossa filha mais velha ela é uma grande pequenina e o mano um pequenino grande. Faz sentido!

Por isso é com alegria que fizemos mais uma consulta de rotina na pediatra, com os miúdos. É sempre bom conversar um pouco com a nossa pediatra e tirar algumas dúvidas que sempre nos assolam. Na verdade ao terceiro filho elas já são bem menores, mas a verdade é que cada um deles é diferente e tem comportamentos e gostos (manias vá) únicos.

Agora que a Leonor já fez 12 meses e o Dudu 24, temos mais alguma liberdade na escolha da alimentação deles, o que é bom em termos de poupança de tempo.

O Eduardo já pode comer de tudo, com os devidos cuidados nos doces, refrigerantes e fritos, que só devem ser tomados em dias de festa. Mesmo com o marisco a pediatra diz-nos que já não há restrições. Nós já tínhamos experimentado dar-lhe gambas e tal como com a Luisa quando tinha a sua idade, também não houve qualquer reacção alérgica.

Falámos também em retirar o biberão e a chucha. No caso do biberão não haverá problema porque o Dudu não é grande adepto do mesmo e já muito raramente bebe o leitinho no biberão. A chucha vai ser pior, porque ele gosta muito da sua chuchinha para dormir.

Falámos também dos acidentes domésticos e a pediatra avisou-nos para termos muito cuidado com a piscina, durante as férias. As palavras dela foram mesmo: “é que eles são 3 e vocês só têm 2 pares de olhos”.

A Leonor por seu lado, já não toma leite de fórmula. Na semana em que fez o seu primeiro aniversário começámos a dar-lhe leite de crescimento da Mimosa (1-3) para se habituar ao sabor do leite ultrapasteurizado e desde ontem que já bebe o mesmo leite meio-gordo que o resto da família.

Também já aceita muito bem o segundo prato, não fosse ela um bom garfo como o resto da família. Ainda acha algumas consistências um pouco estranhas, mas como não desistimos à primeira ela lá vai mastigando com os seus 6 dentes.

Resumindo: Percentis do costume, perto dos 90, manter os bons hábitos alimentares e de higiene, reforçar os cuidados aos acidentes, principalmente durante o período de férias em que andamos mais descontraídos e regressar à pediatra daqui a 6 meses.

Gostou deste artigo?

Subscreva o nosso Feed RSS, siga-nos no Twitter ou simplesmente recomende-nos aos seus amigos e colegas!

Posts relacionados: